Campus Party 2009

terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Conhece? Não?

Mais informações sobre o evento você encontra nesse post: Campus Party 2009 ou no site oficial, além da Programação.

Eu até tenho vontade de ir, mas pra mim, só se for no último dia (sábado). Pelo menos, por enquanto... até lá, muita coisa pode mudar. =)

De qualquer forma, pra quem tiver possibilidade e interesse, eu recomendo. ;)

Referência: interney.net

Presentinhos

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Olá.


Postando apenas pra mostrar meus últimos 'filhos' recém ganhados/adquiridos:




Tux de pelúcia (ganhei de Natal, da namorada). ^^


Caneca de porcelana 'Hacked by Linux' (ganhei de aniversário, também da namorada, no mês passado) ^^''
























Esse é o meu novo monitor. O antigo (já tinha alguns anos), estava apresentando problemas (cores, etc). Como fiquei sem tv (doei pra minha mãe), preferi comprar um monitor com tv. Por isso, peguei esse 22º da LG com esse recurso. Fiquei muito satisfeito. =)


Bem, é isso... apesar de não gostar de Natal, posso dizer que o meu foi bem 'florido'. ^_^

[]'s

3g, minhas impressões

Saudações.

Bom, quero relatar minhas impressões com a tecnologia 3g.

A história:
Mudei recentemente e num primeiro momento, não havia disponibilidade de banda larga (Speedy), no novo endereço. Pra não ficar totalmente off, passei a usar um modem 3g da Claro, que é de utilização do plantão da Empresa onde trabalho.
Como já previa tal situação, antes da mudança, preparei o terreno pra utilização do pequenino.

A configuração:
Era preciso um discador (Ubuntu 8.04). Então, fiz:

sudo aptitude install wvdial

Era provável, que fosse preciso a instalação dos drivers do modem, mas por aqui, não houve necessidade, então apenas mandei discar, usando o comando:

wvdial --config /etc/wvdial-huawei.conf

Uma situação que ocorria era a demora pra resolver DNS, então eu adicionava alguns alternativos no resolv.conf:

sudo echo nameserver 208.67.222.222 > /etc/resolv.conf && sudo echo nameserver 208.67.220.220 >> /etc/resolv.conf

Algumas vezes, eu entrava no resolv.conf e apagava o da Claro, outras vezes, não.

As impressões:
Bem, foram péssimas. O problema? Sinal. Onde estou morando, o sinal de celular é muito fraco. Tenho:
Oi - fica no limite.
Vivo - é o melhor, mas fica na metade.
Claro, é o pior, raramente, funciona.

E, obviamente, como a conexão 3g se baseia no acesso via rede celular, se não há rede celular razoável, não tem acordo.

O modem tem um led, que fica azul, quando está conectado a 3g e verde, quando não. Por aqui, raramente ele ficou azul, e mesmo quando ficava, era porque queria, já que não chegava perto de 1mb (velocidade nominal do 3g, do nosso plano). O máximo que conseguia era taxas de 5 a 10kbps.
Na Empresa, ou mesmo na Pós, cheguei a testar e funcionava bem rápido (sempre azul), já que esses
locais, possuem grande cobertura da Claro. O bizarro é que sempre se conectavam a 7mb (ah se fosse!).











(Não, não é o que eu usava, já que por aqui, ele quase nunca ficava azul) =/

Finalizando:
Pra encerrar, digo que não é de todo ruim e que pode ajudar em certas situações. Principalmente, quando não há banda larga na região, mas que o sinal de celular, seja bom. Se não, é passar raiva. Até porque, os valores, não são convidativos.

No Ubuntu 8.10, existe um sistema de acesso fácil a configurações de conexão móvel.

>> System, Preferences, Network Configuration, Mobile Broadband

Bem, é isso. Apenas um relato do que passei (sim, no passado), já que consegui minha banda larga de volta. \o/

Ah, e temos um tópico sobre o assunto aqui.
[]'s

Referências:
gutocarvalho

OpenOffice.org (erro de instalação e solução)

quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

Olá.

Por algum motivo desconhecido, meu OpenOffice parou de funcionar.
Bem, desinstalei (aptitude remove openoffice.org3) e tentei instalar novamente via terminal. Porém, sempre retornava um conflito (dizendo que ainda havia alguma 'sobra' da versão anterior). Resolvi instalar através do Adicionar/Remover. Ocorreu tudo bem, porém, o Calc, não veio. Dessa vez, o seguinte:

W: Falha ao obter http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/pool/universe/l/lp-solve/lp-solve_5.5.0.10-10_i386.deb
404 Not Found

Pois bem; resolvi instalando manualmente o dito acima, baixando do site:

http://ubuntu.interlegis.gov.br/ubuntu/pool/universe/l/lp-solve/

Instalado, tentei o Calc (sozinho) e tudo certo. =)

Honestamente, não entendi. Mas o que importa é a resolução da questão.
;-)

Referência: ubuntuforum-br.org

Skype

domingo, 21 de dezembro de 2008



Pra quem quiser instalar a última versão do Skype (2.0.0.72-1), pra Linux, basta acessar o link.

Outra opção é via terminal:

sudo aptitude install skype

E estamos aguardando um update, visto que pro Janelas, a versão atual é a 3.x e já foi anunciada a 4.x, com recursos de abas (virou febre), entre outras coisas.

VLC de Natal

sábado, 20 de dezembro de 2008

Boa noite.

O VLC ganhou um easter egg de Natal.

Como não percebi atualização recente, talvez estivesse preparado com relação a data, ou algo do tipo.

Aproveitando, nessa versão pro Ub 8.10, de número 0.9.4, houveram algumas modificações (que eu percebi). A primeira mais visível, era na minha opinião, uma falha. Caso estivesse assistindo algo, a proteção de tela não entrava, conseqüentemente, sem senha de bloqueio ao se ausentar por alguns minutos. Nessa atualização, isso não ocorre mais.
Além disso, tem uma opção de captura (que eu não havia reparado em outras versões). Não testei, mas aparentemente, ele capta e converte para os mais variados formatos. Realmente interessante.
Outro detalhe, agora teoricamente, negativo, é que não estou conseguindo manter a equalização de som para todos os vídeos. Sempre preciso aplicar, a cada novo play.

Bem, é isso, o VLC é um excelente player e a cada versão, melhora ainda mais
[]'s

Ubuntu pronto para uso, completo.

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Olá, saudações...

Conforme prometido, trago um tutorial com diversas dicas do Ub 8.10, do amigo Aloizio.

Antes de mais nada, queria dar os parabéns pela iniciativa dele, em querer ajudar e contribuir da melhor maneira, quanto a difundir software livre e conhecimento pra quem tem interesse. Fiquei feliz em saber que (segundo ele próprio), instalou Ubuntu em estações numa loja de Informática num grande centro de lojas, aqui da Baixada. Bem legal mesmo. Parabéns!!

Bem, não tive tempo de testar tudo, mas ele se encarregou de mandar algumas correções e com certeza, está a disposição pra auxiliar quem tiver alguma dúvida.

Ei-lo:

Ubuntu pronto para uso, completo.

Tutorial descomplicado e simples, feito para pessoas com pouca intimidade com Linux, com tudo que é necessário para ter o Ubuntu-8.10-Intrepid Ibex completo e sem conflitos, mantendo o Source List intacto, sem repositório extra.
Para aqueles que não sabem usar o terminal, esses pacotes estão no Synaptic ou em Adicionar/Remover e podem ser instalado um por um, é só procurar, lembrando que traço ( - ) entre dois nomes é um único pacote, exemplo: p7zip-full
Obs:Os codecs w32codecs e libdvdcss2 não estão nos repositórios, continue lendo , mais abaixo explico onde se encontra e como instala-lo sem o terminal.


Em adicionar/remover, no dialogo exibir, deixar "todos os aplicativos disponíveis" e no Synaptic os repositórios já vem habilitados.

instalar:

1 - CCSM - Configuração avançada dos efeitos do ambiente de trabalho
Obs: Habilitar no menu (sistema>preferências>menu principal) em "outros", marcar compiz para aparecer no menu aplicativos, ele habilita e desabilita os efeitos do compiz, se instalar o decorador Emerald instalar também compiz fusion icon ( não aconselho instalar emerald ).

2 - Ubuntu restricted extras - (será instalado vários plugins, codecs, flash, Java e fontes msttcorefonts )

3 - Avidemux (GTK) - Editor de Vídeos

4 - DeVeDe - Criar Vídeo e DVD

5 - Sound converter - Conversor de som

6 - Dvd95-converter - Ripar DVD

7 - Mplayer - Obs: Se instalou o DeVeDe pule este item, Mplayer é instalado automaticamente junto com o item 4.

8 - Audacity - Editar e gravar arquivos de audio

Pelo comando – instalar:
Obs: Copiar e colar no console (terminal) que se encontra em Aplicativos>Acessórios>Consola

# Compactadores (copie e cole no terminal tudo abaixo)
sudo apt-get -y install unace rar unrar zip unzip p7zip-full p7zip-rar \
sharutils aish uudeview mpack lha arj cabextract file-roller

# Codecs (copie e cole no terminal uma linha por vez)
wget -vc http://www.debian-multimedia.org/pool/main/w/w32codecs/w32codecs_20071007-0.1_i386.deb

sudo dpkg -i w32codecs_20071007-0.1_i386.deb

sudo apt-get install libdvdread3

sudo /usr/share/doc/libdvdread3/install-css.sh

Obs: outra alternativa para os codecs é o pacote .Deb procurar por w32codecs e libdvdcss2 neste endereço http://debian-multimedia.org/pool/main/ em Packages Stable escolher a arquitetura amd64 (64bits) ou i386 (32bits) se durante instalação o instalador dizer que tem que resolver dependências ou pacotes faltante, abra o synaptic e em editar premir consertar pacote quebrado, aguardar instalação do pacote faltante e fechar o synaptic - continuar - enter.

# Composição de CD/DVD (copie e cole no terminal uma linha por vez)
sudo apt-get -y install cdrdao vcdimager mjpegtools vcdtools transcode

sudo apt-get -y install movixmaker-2 normalize-audio mp3gain

Obs: Com a instalação do Avidemux, DeVeDe, Dvd95, Audacity, Soundconvert mais o item Composição de CD/DVD muitos outros codecs e decodificadores serão instalados junto com eles e não será necessário instalar mais nada.


Sugestão: Instalar pelo Synaptic:

aMule - GtkHas (verificador de Md5Sum) - mplayer-fonts (se instalou o Mplayer)

Aplicativos para Firefox (opcional) instalar do sitio Mozdev
Corretor ortográfico - Imagezoom - Torrent Finder - Foxlingo
Obs: É preciso personalizar a barra de ferramentatas do Firefox

Minha preferência: Pelo Synaptic eu desinstalei o plugin do Firefox "Totem-mozilla" e instalei o "mozilla-mplayer", ele se comporta melhor para assistir filmes direto do navegador (Firefox) e para audio player eu instalei o Exaile que é próximo do Amarok e se comporta muito bem no Ubuntu.

Este tutorial eu fiz para o meu sobrinho que se encontra em outro Pais e instalou o Ubuntu em três PC. Estou compartilhando com todos.

É isso.
Agradeço pela atenção do Aloizio em ceder essa mini-aula de softwares recomendados.
Um grande abraço!
[]'s

VPN & Enquete & Remembering

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Olá!

Primeiramente, quero agradecer o retorno que MPL vem tendo. Em pouco mais de 1 ano, muitas coisas aconteceram, muitas amizades feitas, vários temas debatidos, ensinamos, aprendemos, etc, etc. De minha parte, posso dizer que sou muito feliz por esses lados e pretendo continuar até o fim dos dias.
Apenas um 'remembering'; tudo começou em meados de Abril de 2007 com uma idéia do Mega (que anda devendo por aqui, é verdade, mas disse que voltará com força máxima muito em breve), de ilustrar os casos e ocorridos no mundo livre. Particularmente aceitei o convite, até em virtude de já trilhar esses caminhos desde outrora, por estar trabalhando com essas ferramentas e ser mais um da família opensource.
Bem é isso... lembranças boas, são eternas.

---

Enquete; chegando ao fim de mais uma. Tivemos incríveis 23 votos (obrigado a todos!) que disseram:

Você já pagou (ou pagaria) alguma coisa para registrar um software proprietário?

Sim 3 (13%)
Não 19 (82%)
Não sei/prefiro não opinar 1 (4%)

Podemos concluir que muita gente é partidária de software livre, ou pelo menos é contrária aos softwares proprietários (por preços abusivos, falta de suporte eficiente, modularidade, etc). O que importa também, é que independente de sua escolha, que seja de forma legalizada.

Continuando, proponho:

Na sua empresa e/ou casa, existe(m) software(s) livre(s)?

Opinem, comentem, etc...

---

VPN (o que é?); bem, depois de tentar algumas vezes, desistir outras e retomar os testes, finalmente consegui abrir uma VPN para a Empresa onde trabalho. Primeiramente, tentei usar o openvpn no Ub 7.10 e depois no 8.04, mas não consegui nada. Depois fiquei empolgado com o fato do 8.10 ter nativamente o recurso. Pois bem, tentei e também não tive êxito. A princípio, ele não permitia a criação de nenhuma VPN. Depois, descobri que era necessário a instalação do openvpn ou o vpnc (estranho, como discuti hoje com o Evaldo; se o sistema vem nativamente, já deveria ter instalado essas dependências, mas enfim...). Instalei inicialmente, o openvpn. Automaticamente, o sistema que fica no tray (wired network connection, na aba VPN), permitiu a adição. Configurei o gateway (endereço real do acesso), inseri user e password e simplesmente o sistema não permitia que eu clicasse no OK pra finalizar a configuração. Depois de quase desistir, instalei o vpnc. Foi um passo a mais, pois ele permitiu o OK, porém, ainda não conectava. Foi então que achei um tutorial que dizia ser necessário a instalação do pptp. Após instalá-lo, eis que a comunicação foi feita e consegui (via Vinagre) acessar remotamente minha estação, servidores, etc, dentro da rede local da Empresa. Ufa! Cheguei a ter uma estação com o Janelas e posteriormente, uma VM também, pra conseguir trabalhar remotamente. Como me desfiz delas, precisava urgente desse sistema funcionando. Então, aí está... mais um mistério desvendado. =)

Os comandos foram (como root):

apt-get install openvpn
apt-get install vpnc
apt-get install network-manager-pptp

O site onde encontrei as informações foi
esse.

Bem, é isso... até a próxima (com um tutorial do amigo Aloisio Zottarelli).

Referências: wikipedia, splatdot.com e eu mesmo.

Rating no Amarok

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Olá.

Há algum tempo, eu tinha opção de avaliar manualmente as faixas no Amarok, e depois de uma ou outra atualização, a mesma sumiu. Cheguei a pensar que haviam removido tal facilidade.

Pois não. Encontrei e bem a vista de todos.

O caminho é:

Settings, Configure Amarok, aba General, Components e Use ratings.

Simples assim. Basta ativa, aplicar e pronto.
No mesmo campo, existe a (default) Use scores. Nessa, o sistema gera pontuação de acordo com a reprodução das faixas.

Bem, é isso... mais um 'mistério' desvendado. ;-)

Pidgin: implantação

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Olá.

Algum tempo atrás, numa reunião, sugeri ao Diretor a utilização do Pidgin em ambiente corporativo, em virtude da sua interface mais sóbria e ter um foco maior em produtividade.
Imediatamente, após a instalação, ele determinou sua aplicação em alguns usuários específicos.

Recentemente, começamos a implantação de um novo projeto de comunicação interna e lá estava o Pidgin no topo da cadeia dos softwares do gênero.

Pois bem, fiz uma pequena apresentação e mini-curso do pingüim roxo e estou disponibilizando a todos.



Aproveitando a oportunidade, notei que essa versão que veio no Ub 8.10 (2.5.2), ganhou o 'ESC' de janelas. Algo muito comum nos WLM's (novo nome do MSN) afora. Porém, essa opção vem desabilitada 'de fábrica'. Para ativá-la, proceda:

- Tools, Preferences ou CRTL + P;
- Ative a opção: Close conversations with the Escape key em Keyboard Shortcuts.
* levando em conta o idioma do seu sistema, óbvio

Pronto!
Faça um teste abrindo uma janela para conversa e aperte o 'ESC' para fechá-la. =)

Dúvidas, fiquem à vontade...
[]'s

BrOffice, dicas

terça-feira, 4 de novembro de 2008

Dicas do BrOffice

Olá.

Tempos atrás, minha Gerente indagou sobre a possibilidade do BrOffice repetir linhas título em cada página impressa, sem ter que copiar e colar uma a uma, já que a planilha tinha dezenas de páginas.

Como estávamos em início de implantação, a desconfiança era grande (e ainda o é), por isso, como defendo a bandeira, tenho que sempre provar isso e aquilo. Enfim...

Suposto problema/solicitação: 'congelar' linhas/menu para exibição contínua em cada página impressa.

Aplicação: planilhas que serão impressas e que devem ter no topo o mesmo menu/título, em todas as páginas.

Solução:

1.selecione a linha (ou linhas) a ser repetida;
2.vá ao menu Inserir > Nomes > Definir (ou pressione CTRL+F3);
3.no diálogo que aparecer, dê um nome à seleção (acentos não são permitidos);
4.clique em Mais >>;
5.marque a opção Linha a repetir;
6.clique em Acrescentar;
7.clique em OK ;
8.selecione o menu Formatar > Intervalo de Impressão > Editar;
9.na lista Repetir linhas no topo, selecione o cabeçalho criado;
10.clique em OK.

Visualize impressão para ver o resultado.
Simples e eficaz. =)

Referência: SANEPAR

OpenOffice 3.0 (Ubuntu 8.10) instalação & fim da enquete

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Mozilla Firefox
28 (90%)
Internet Explorer
1 (3%)
Opera
1 (3%)
Safari
0 (0%)
Chrome
1 (3%)
Outro

Olá.
O resultado acima é do encerramento da enquete sobre a preferência dos amigos visitantes quanto a browsers.
Predomínio do Firefox (como era de se esperar).

Pra seqüência, proponho:

Você já pagou (ou pagaria) alguma coisa para registrar um software proprietário?

Particularmente, eu pagaria se o mesmo fosse extremamente bom e não houvessem alternativas no mundo opensource (o que hoje em dia, dificilmente ocorre). Então, a minha resposta é não. Eu nunca paguei e não pagaria pra licenciar software, justamente pela imensa comunidade que constantemente apresenta inúmeras soluções pra praticamente todas as áreas conhecidas.

Votem e opinem...

Seguindo; como dito anteriormente, atualizei aqui no trabalho, minha estação pro Ubuntu 8.10. Como eu não havia atualizado o BrOffice e ele não veio por padrão, tentei instalar a partir dos *.deb. Aparentemente, não funcionou como deveria, então encontrei uma solução que resolveu.

Num terminal (como root), digite:

nano (ou seu editor de textos favoritos) /etc/apt/sources.list

Adicione no final da lista:

# repositorio OpenOffice 3.0
deb http://ppa.launchpad.net/openoffice-pkgs/ubuntu intrepid main

Salve, feche e atualize:

apt get update

Pra finalizar:

apt-get upgrade

Caso, não instale automaticamente, ele irá aparecer no ícone de atualizações no tray.

Por aqui, deu certo. =)

Lembrando, que é o OpenOffice e não o BrOffice. Particularmente, tenho dado preferência para software/sistemas em inglês.

Qualquer dúvida, postem aí ou no Fórum. ;)

Mais informações e imagens em: http://news.softpedia.com/news/How-To-Install-OpenOffice-org-3-0-in-Ubuntu-8-10-96449.shtml

O Script Ubuntu Perfeito

sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Quem já instalou o Ubuntu sabe que ainda demora um certo tempinho para deixá-lo usual, ou no popular "redondo". Atualizar a lista de programas, instalar codecs de audio e vídeo e Wine são alguns exemplos de programas que costumamos instalar logo assim que termina a instalação do sistema. Existem inúmeras listas espalhadas Internet, ensinando a deixar o "Ubuntu perfeito". Uma delas é do Hamacker. Este, porém, desenvolveu um script para automatizar esse processo, batizando-o justamente de "Ubuntu Perfeito", o qual está em constante atualização, mas é perfeitamente usual.

Finalmente concluí o script “Ubuntu Perfeito”, se você ainda não sabe o que ele é, bem ele é um script de programação que contém um roteiro de modificações a serem feitas no sistema, na prática automatiza a instalação de vários componentes que normalmente vamos incluindo ao longo do tempo. A vantagem em usar esse script é que você faz isso uma única vez e não é surpreendido pela falta de algum componente. O script procura atender primariamente usuários da distribuição Ubuntu Hardy(8.04) ou Intrepid(8.10), sejam elas 32bits ou 64bits. É provável que funcione também em distros baseadas em Debian (UTF-8), mas não há garantias.

Download e descrição de todas as funções do script aqui:
http://hamacker.wordpress.com/2008/10/29/o-script-ubuntu-perfeito-esta-concluido/

Ubuntu 8.10, lançamento

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Finalmente chegou o grande dia.

Ubuntu 8.10, codinome Intrepid Ibex, lançado após 6 meses da versão anterior já está disponível para download ou update direto.
Aliás, esse é um tema constantemente debatido nas nossas 'reuniões' por aqui. Essa obrigatoriedade de lançamento, causa e ainda vai causar mais e mais problemas. O Debian deveria ser seguido, nesse sentido. Mas, enfim...

Bom, o donwload pode ser feito no site do Ubuntu:

http://www.ubuntu.com/getubuntu/download

Tentei via ftp da Globo, mas não funcionou. Pelo da UFPR, não deu problema.

Estou atualizando direto via update e depois vou baixar uma .iso pra casa (pois estou sem net lá).

No site do Ubuntu, tem uma ótimo tutorial. Vejam em:

http://www.ubuntu.com/getubuntu/upgrading

Conforme for analisando, volto a editar essa postagem.

Qualquer dúvida, postem aí.
[]'s

---
31/10 ~ 10:00h
Primeiras impressões;

Pela manhã, já havia terminado o update. Apesar de alguns erros de certos pacotes, após o reboot, tudo normal.
A tela de boot está um pouco mais escura, o som de login é o mesmo. O wallpaper é o já divulgado pela net (uma espécie de bode numa parede... passa uma sensação de gravuras das cavernas. Bem bacana).

Agora o recurso mais esperado do século (ok, menos, menos), são as abas no gerenciador de arquivos Nautilus. Isso sim foi uma evolução considerável.




Outra novidade é a troca rápida de usuário, conta guest (convidado) e a opção de status do Pidgin, diretamente do menu.

O painel Network Connections teve sua interface remodelada, com a inclusão de configurações de Wirelles, VPN (espero que funcione), entre outras coisas.



Bom, é isso, por enquanto...
[]'s















Wallpaper transparente

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Olá.

Achei esse wall no devianart.
Gostei do fato dele ser transparente e você escolher a cor do mesmo. Foi feito no GIMP pelo ~OpenSorcerer (Robert Vaeth).

Ela irá variar de acordo com a cor do background do seu desktop. Isso garante mais 'durabilidade'.

Aqui cada dia ele tem uma cor; cada qual com o estado de espírito do momento. ^^

Se souberem de outros do mesmo tipo, fiquem a vontade para indicar. ;)

---

Vou fazer uma verificação nos links recomendados. Sites/blogs não atualizados ou sem posts a mais de 90 dias, serão removidos.

Aproveito pra indicar nosso outro espaço, mais destinado a comentários, opiniões e afins, de livros, música, cinema, etc.



Visitem, comentem...

[]'s

Amarok 2 (algumas impressões)

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Olá.


Bom, o Amarok 2 deve chegar em breve. Enquanto isso, existem algumas formas de instalação.

Mais detalhes no ubuntued ou mesmo via G (lembrando que é por conta e risco, em virtude de não ser uma versão oficial 'estável').

Minhas impressões:

Estou usando a Version 2.0-SVN-Neon Using KDE 4.1.69, por isso mesmo, está com um visual cheio de novos efeitos (usando a arquitetura do novo KDE).
A princípio, não importou as configurações do antigo Amarok; editei os caminhos, login do LastFM, etc.

Em uso, achei um tanto quanto mais pesado que o anterior (talvez por eu usar Gnome e os recursos do KDE estarem 'teoricamente' fora do seu habitat :p) ou mesmo por não estar polido pra isso, enfim (isso não preocupa).

Em termos de interface, ache bem intessante; no lado esquerdo, permanece a estrutura de playlist, collection, files, etc. em árvore. No centro, agora temos um campo destinado a gadgets (pode-se adicionar informações do album (como existia antes, mas tinha-se que ir pra outra modo de visualização), informações do lastfm, estatísticas da faixa, letras, etc) e a direita, as faixas propriamente ditas, em execução (agora exibindo as covers).
A estrutura central pode ser dividida em várias partes, para acomodar mais gadgets (bastante prático também). É possível avaliar as faixas por meio de estrelas (no gadget 'current track info'). Nesse mesmo, estão as vezes que a faixa foi executada, sua classificação (baseada nas vezes que foi tocada) e o tempo da última execução. Sobre isso, não encontrei onde filtrar a visualização por esse ranking, nem exibir essa informação no campo direito. Também não encontrei o equalizador, nem onde alterar temas e cores.

O saldo é positivo. Esses 'problemas', certamente serão corrigidos e funcionalidades deverão ser incorporadas na versão final (e nas seguintes).

O Amarok é um excelente player e realmente merece esse up. =)

Referências: http://joelteixeira.net, http://amarok.kde.org/, ubuntued



Uma nota da equipe:

A equipe de desenvolvimento do Amarok declara:

Este preview representa o atual estágio de desenvolvimento do Amarok 2. Depois de quase um ano de desenvolvimento, pode ser considerada utilizável para algumas tarefas. Ele toca músicas! A estrutura básica está lá: coleção, plasma e serviços web. Estas estruturas servirão de base para fazer a versão 2.0 a mais inovadora versão já lançada. Existe ainda muito trabalho a ser realizadoantes da versão 2.0, nós convidamos você a nos ajudar a chegar lá.

(…)

E por favor, não relate erros encontrados no Amarok 2 até que nós liberemos uma versão oficial Alfa ou Beta. Há muitos erros óbvios em virtude de implementações inacabadas. Envie eventuais correções através de um “diff SVN” para corrigir todos os erros ajudando a transformar este filhote de cachorro em um lobo feroz.

OpenOffice & BrOffice 3.0, lançamento

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Olá.

Já está disponível a versão 3.0 do OpenOffice e BrOffice (para todas as plataformas).

Eis o link do ftp:

ftp://www.broffice.org/stable/3.0.0

Créditos: Evaldo/Infog

;)

VLC, o Chuck Norris dos media players

Citar a lista de recursos do pequeno e leve tocador de arquivos multimídia VLC faz lembrar daqueles engraçados e-mails com os Chuck Norris Facts. Dúvida? Então veja algumas das qualidades desse excelente player:

  • A comunidade do VLC criou sua própria Wikipedia para listar as funções e recursos do programa. Já são 423 verbetes.
  • O VLC roda em todos os sistemas operacionais conhecidos. Não estamos falando só de Windows, Mac e Linux. O player tem versões para BeOS, FreeBSD, Syllabe, Solaris...
  • Mesmo não tendo nenhuma empresa gigante o apoiando (como o Windows Media Player e o iTunes), o VLC é baixado, em média, uma vez a cada cinco segundos.
  • Sem a ajuda de nenhum codec adicional, o VLC suporta todos os formatos de áudio e de vídeo que você imaginar, como AVI, MPG, MOV, WMV, Real, SVCD... E toca sem problemas aqueles que você nem imagina como Matroska, 3GP, FLV, Cinepak, FLAC, Ogg. O VLC abre até arquivos de ASCII Art
  • Não tem problema se o arquivo de vídeo em AVI está corrompido ou incompleto, o VLC toca na marra.
  • O VLC é capaz de tocar DVDs que estão no formato de imagem (ISO) sem precisar descompactar os dados ou criar drive virtual.
  • O VLC tem uma interface muito simples. Mais simples que a do MS Paint. Mesmo assim oferece compatibilidade com todos os formatos de legendas possíveis e ainda permite sincronizar a exibição dos textos com o filme usando o próprio programinha.
  • Com meia-dúzia de cliques, o VLC pode ser configurado para transmitir e receber transmissões multimídia via streaming nos padrões Unicast, Multicast, VOD, IPv4 e IPv6.
  • O VLC pode usar Skins para ficar com a mesma aparência do iTunes, do Winamp, do Windows Media Player e até com o desenho de um Home Theater.
  • Pessoas de 20 países diferentes trabalham no desenvolvimento do VLC. Há versões em catalão, finlandês, hebreu, pashto, nepalês e punjabi –entre outras.


Excelente post do Juliano Barreto da INFO.

VLC é um espetáculo realmente.
Usava ele até no pendrive e o cara roda até 'vinil'. ^_^

Maiores informações:

Página Ofiical

Wiki

Portal AWP (discussões)

[]'s

Ferramentas...

terça-feira, 7 de outubro de 2008

Ao longo dos últimos 6 meses, o Lifehacker vem perguntando aos seus leitores qual a melhor ferramenta para uma série de atividades, de agendas de compromissos a organizadores de imagens, de backup a mensageiros instantâneos.

Algumas respostas são surpreendentes. Aparecem softwares livres e proprietários, aplicativos on-line, aplicativos para Windows, para Mac OS, para Linux, e até mesmo ferramentas que não são de software.

Eu gostei especialmente da resposta para melhor ferramenta para GTD - ganhou a mesma ferramenta que nas categorias melhor ferramenta para anotações e melhor ferramenta para gerenciamento de pendências. E o melhor: é a que eu uso, por isso nem penso em discordar ;-) Adivinha qual é?

Abaixo a lista das categorias mencionadas, juntamente com a minha resposta para cada uma, e eventualmente a vencedora do Lifehacker, entre parênteses. Use o link para ver a totalidade das respostas dos leitores do Lifehacker.

E você, quais os melhores aplicativos para a sua própria efetividade? Responda nos comentários, ou em seu próprio blog, e aí informe apenas a URL do seu texto ;-)

http://www.efetividade.net/2008/09/29/efetividade-no-seu-pc-os-melhores-aplicativos/


Eis a minha lista:

1. Organizador de fotos digitais: Picasa (vencedor: Picasa)

2. Mensageiro instantâneo: Pidgin (vencedor: Pidgin)
3. Ferramenta GTD: papel e caneta (vencedor: papel e caneta)
4. Ripador de DVD: não uso
5. Gerenciador de contatos: celular A1200e (vencedor: Address Book, do Mac OS)
6. Editor de textos: nano (vencedor: Notepad++)
7. Sistema de compartilhamento on-line: não uso
8. Leitor RSS: Google Reader (vencedor: Google Reader)
9. Lançador de aplicações: launchy (vencedor: Launchy)
10. Página inicial: iGoogle (vencedor: iGoogle)
11. Antivirus: não uso
12. Site de compartilhamento de fotos: não uso
13. Gerenciamento de finanças pessoais: Calc/Docs (vencedor: Mint)
14. Media player: VLC (vencedor: VLC)
15. Manutenção do Windows: não uso
16. Ferramenta de backup: k3b + dvd (vencedor: Carbonite)
17. Ferramenta de sincronização de arquivos: não uso (vencedor: Dropbox)
18. Gerenciamento de arquivos: nautilus (vencedor: Total Commander)
19. Ferramenta de anotações: papel e caneta, Docs (vencedor: papel e caneta)
20. Gerenciamento de lista de pendências: papel e caneta, Docs (vencedor: papel e caneta)
21. Ferramenta de busca no desktop: find, quase não uso porque sei onde está quase tudo (organização é a palavra de ordem) (vencedor: Windows Search 4)
22. Melhor cliente FTP: filezilla
23. Melhor gerenciador de senhas: memória (vencedor: KeePass)
24. Melhor gerenciador de downloads: não uso
25. Melhor agenda: Google Calendar (vencedor: Google Calendar)
26. Melhor cliente BitTorrent: µTorrent (vencedor: uTorrent)

[]'s

Updates: GIMP, Picasa & Skype (recorder)

domingo, 5 de outubro de 2008

Saudações...
3 novidades importantes:

1º) GIMP 2.6;

Atualização do software de edição de imagens mais famoso do mundo Open Source.

Release notes aqui.

Dentre as principais novidades, além de ferramentas e plugins, a interface teve algumas mudanças no sentido de facilitar a manipulação e todo o trabalho dos desingers ou mesmo editores de fim de semana (como eu ^^).

Nos repositórios oficiais, ainda não está disponível, mas podemos instalar diretamente via .deb (bem menos trabalho que o Evaldo teve). =)

Primeiro baixe os seguintes pacotes:

gimp (4.2 MB) , libgimp2.0 (1.0 MB) , gimp-data (10.2 MB) , gimp-python (207.8 kB) , libbabl-0.0-0 (72.3 kB) , libgegl-0.0-0 (286.6 kB)

Os pacotes são do GetDeb, um site que disponibiliza pacotes confiáveis.
Após baixar, instale nessa ordem (para não ter problemas com dependências):

libbabl-0.0-0_0.0.22-1~getdeb1_i386.deb
libgegl-0.0-0_0.0.18-1~getdeb1_i386.deb
libgimp2.0_2.6.0-1~getdeb1_i386.deb
gimp-data_2.6.0-1~getdeb1_all.deb
gimp_2.6.0-1~getdeb1_i386.deb
gimp-python_2.6.0-1~getdeb1_i386.deb

Após isso, basta abrir o GIMP em Applications, Graphics, GIMP (de acordo com o idioma do seu sistema).





GIMP ou Eclipse? ^^








2º) Picasa 3.0 beta;






Novidades;
Mudanças;

Gostei das alterações e adições.
O que vi num primeiro momento: ele não vai pro tray; o scaneamento está mais rápido; botões e ferramentas redesenhas (upload e afins); o Collage ganhou diversas funções (me surpreendi); edição de vídeos (não disponível pra Linux =/), abas, entre outras coisas.

Baixe os .deb aqui.
Lembre-se que ainda é beta.







3º) Skype recorder (call graph);







Procurando uma coisa, achei outra (acontece com vocês?). Um plugin (ou ferramenta) que grava as conversas no Skype. Pro Janelas existe algo semelhante (mas que não é free).
Existe uma outra ferramenta chamada Skype Recorder, mas que ao que parece também, não é totalmente free. No MeioBit, diz que é pro Janelas, mas consegui instalar aqui. Só olhei e removi. Pra valer mesmo é o Call Graph.

Baixe em: http://callgraph.in/startdownload.php

Instale normalmente, depois vá em Applications, Internet, Call Graph. No tray, abra o configuration e altere como bem entender (gravar em .wav ou .mp3, bitrate, sampling, local de destino da gravação, etc). Testei e realmente funciona. =)
Muito útil para podcasts e afins...

---

É isso... votem com consciência e até a próxima!
[]'s

Referências: www.bestlinux.com.br; ubuntuforum-pt.org; www.getdeb.ne; www.gimp.org; googlephotos.blogspot.com; picasa.google.com; meiobit.pop.com.br; blog.viniciuscordeiro.com

Tema oficial do Ub 8.10?

sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Olá.

Daqui poucos dias, teremos a nova versão do Ubuntu. Após os 'boatos' sobre novos recursos e afins (que devem existir), além da tradicional estabilidade, temos algumas polêmicas em torno do tema.

No Blog do André, temos algumas imagens (com poucas mudanças no tema principal). Enquanto isso, outras fontes afora, afirmam que virá algo mais radical como:


































Não podemos ter certeza do que virá, mas de toda forma, nunca é demais lembrar que seu GNU/Linux (seja Ubuntu ou não), sempre é e será (oremos), editável e personalizável.


Fim da Enquete

quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Fechamos a enquete: "Qual SO você utiliza?"

Com pouco mais de 1 mês, tivemos os seguintes resultados:

GNU/Linux 28 (87%)
MS-Windows 11 (34%)
MacOS
Outro

Predomínio de Linux nas nossas visitas (acho que bem óbvio). Uma boa parcela que usa Janelas (mas que por passar por aqui, deve ter algum interesse, usa dual-boot ou pretende migrar definitivamente algum dia). Ninguém com Tiger, Panther, Leopard e variantes da maçã (são bem raros realmente) e nada com Outros.

Obrigado aos que votaram e desde já, o convite pra próxima pesquisa:

Qual é o seu browser (principal)?

[]'s

Iniciativa da Canonical visa à comunicação com derivados do Ubuntu

Para melhorar a comunicação com os desenvolvedores de pacotes e distribuições derivados do Ubuntu, a Canonical criou, como primeira medida, o Upstream Report, um site em tempo real com uma lista de 1000 projetos com o maior número de bugs abertos.

O site mostrará quantos desses bugs estão de fato ligados a um desenvolvedor (que a Canonical chama de “upstreamable”) e quantos relatórios já foram absorvidos com sucesso pelos sistemas de rastreamento de bugs dos autores originais.

Isso significa que, pela primeira vez, os responsáveis pelos pacotes da Canonical terão números concretos para, por exemplo, permitir que determinem se repassaram 90% dos relatos de erros para cada projeto, ou quais projetos precisam de mais suporte por baixa qualidade. A iniciativa também vai esclarecer como funciona o encaminhamento de relatos de erros para os desenvolvedores – irritantemente chamado também de upstreaming. Há explicações abrangentes sobre como usar as informações disponíveis nos upstream reports no wiki do Ubuntu e no blog do desenvolvedor do recurso.

É possível que o lançamento da versão ainda em estágio beta seja uma primeira reação às críticas do desenvolvedor do kernel Greg Kroah-Hartman durante a Linux Plumbers Conference. Segundo o blog de Jono Bacon, Community Manager do Ubuntu, a Canonical deseja melhorar a cooperação futura dos projetos individuais do Ubuntu.


Link: http://www.linuxnewmedia.com.br/lm/noticia/ubuntu_upstream_report

Desktop Meme

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Olá.

Seguindo a onda do Desktop Meme. Seguem...











Esse é o de casa. Não tirei agora, mas é assim que ele está...











Esse é o daqui (trabalho). Mesmo wall. ^^
Acabei de tirar...











Outro do trabalho. Detalhe com as 2 áreas (2k3 remoto).

No Fórum, temos um tópico sobre o assunto. Vejam em: Deskmod's E também minha galeria pessoal em: Picasa/Sneves

[]'s

Data & hora

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Artigo muito bom sobre data e hora em ambiente Linux:

1. Como funciona a data/hora no Linux?

Nesse tutorial vou além de jogar comandos para o leitor e tentar explicar um pouco do complexo processo que existe por trás do reloginho do pingüim.

Existem dois principais sistemas de hora no Linux:

* O Relógio do Hardware: que roda independente de qualquer sistema e continua funcionando mesmo quando o pc está desligado. Esse relógio é comumente chamado de Relógio de Hardware, Relógio de Tempo Real, RTC (sigla em inglês para Real Time Clock), Relógio da BIOS e Relógio CMOS.
* O Relógio do Sistema: esse guarda a hora utilizando um relógio dentro do kernel do Linux e é comandado por uma interrupção especial chamada timer. Aqui o Relógio da BIOS é utilizado apenas pra marcar a data/hora quando o sistema não está ligado. No processo de boot essa data/hora armazenada na BIOS é lida e nunca mais requisitada até o próximo boot.

2. Manipulando Data/Hora de Sistema e de Hardware.

O comando date, bastante conhecido, informa a data e hora do sistema em diversos formatos especificados pelo usuário. Por exemplo, para imprimir a data e a hora com o mês por extenso o comando seria:

date +"%d de %B de %Y"

Note que concateno com "de" para produzir algo como: 31 de Outubro de 2005. Mais Exemplos:

$ date -s 10:00 (seta a hora para as 10:00)
$ date -s Qua (vira o dia para quarta-feira as 00:00)
$ date -s "11/01/2005 13:55" (ajusta data e hora de uma vez)

A data trazida pelo comando date é a data que o sistema tem controle, ou seja, o relógio de Sistema. Pode-se ajustar sua data e hora conforme necessário, porém a mesma não será mantida até o próximo boot, quando o sistema fará uma nova requisição ao relógio do Hardware para ajustar-se.

Ajustar a data/hora do sistema agora passa então a ser uma operação de duas etapas: na primeira atualizamos a data/hora do Sistema; na segunda sincronizamos essa hora definida no Sistema com aquela definida na BIOS.

Vejamos um exemplo onde queremos modificar a data do Sistema para 31 de Outubro de 2005 e atualizar na BIOS:

$ date -s 10/31/2005

Ok, agora precisamos fazer o hardware receber a hora setada no sistema:

$ clock -w.

clock é um link para hwclock e a opção -w faz exatamente o que queremos: usar a data/hora do sistema para atualizar a data/hora da BIOS. O contrário também é possível, podemos utilizar a data/hora da BIOS para setar nosso sistema, trocando a opção -w por -s. Isso é feito pelo sistema na inicialização.

Referência: Dicas-l

BrOffice, dicas

quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Olá. o/


Graças a migração (que ainda está sendo feita), do pacote MS-Office para o BrOffice, venho enfrentando algumas 'barreiras de entrada'. Vou tentar enumerar algumas:

1) Usuários que dizem que o MS-Office é mais fácil;
2) Usuários que dizem que o BrOffice não faz isso ou aquilo;
3) Falhas (reais) de segurança, na migração de documentos;
4) De alguma forma, eu ser taxado como culpado pela idéia, e ter nos ombros, a obrigação de resolver qualquer dificuldade.
Entre outras coisas.

Bom, sempre rebato a primeira causa com: "Se você tivesse usado pela primeira vez o BrO, como suíte de escritório, quando fosse apresentado ao MS-O, diria a mesma coisa".
A segunda, é ligada a quarta. Qualquer coisa que ocorre, sempre acham que eu tenho que resolver. Porque defendo a causa e sou contra pirataria de software, devem pensar que criei o BrO. A maioria dos problemas resolvo pesquisando, testando, errando, enfim. Grande parte das ferramentas, são parecidas entre os pacotes. Outras funções são particularidades de cada um ou possuem um nome, local, aplicação, etc, diferente.
A terceira, enfrentei recentemente, em função de proteger planilhas. Nela que vou basear esse post.

Dicas do BrOffice

Suposto problema/solicitação: proteger planilhas contra edição e liberar algumas células.

Aplicação: planilhas que serão enviadas para outros usuários onde alguns campos devem ser editáveis, mas a maioria deve estar protegido contra alteração.

Solução: primeiramente, alguns pontos:

Caso esteja utilizando o sistema de salvamento em .xls (grande maioria dos casos), haverá problemas. Pesquisei um pouco e encontrei isso:

"Somente os documentos que usam o formato BrOffice.org baseado em XML podem ser salvos por senha." "O formato proprietário .xls esconde o modo como suas senhas são salvas, impedindo que programas que não sejam da Microsoft utilizem este recurso adequadamente."

A solução, é usar o formato nativo do BrO (.ods). Assim, funciona perfeitamente. Ou então, usar o MS-Excel, e fazer toda a operação por lá.

Bom, esse é o problema de interoperabilidade entre eles, em se tratando de senha em planilhas. Resolvido isso, vamos a proteção em si...

Para proteção direta (sem exceção):

1. acesse o menu Ferramentas > Proteger documento;
2. escolha a opção desejada (Planilha ou Documento);
3. na janela que aparecer, digite a senha duas vezes;
4. clique em OK.


*obs.: proteger planilha, é a pasta atual (que estiver aberta); proteger documento, seria a proteção de todas as pastas abertas ou as que seriam inseridas, porém, testei algumas vezes e a proteção não funcionou para as outras pastas ou que adicionei posteriormente.

Para proteção com exceção (edição de células):

1. Acesse o menu Formatar > Células, ou clique com o direito na mesma;
2. na janela que aparecer, selecione a aba Proteção da célula;
3. desmarque a célula Protegido para remover a proteção de todas as células;
4. clique em OK.

*obs.: caso haja exceção, ela deve ser feita antes de aplicar a proteção no Menu Ferramentas.

Para ocultar as fórmulas; dentro da Proteção da célula, basta ativar o Hide formula (de acordo com seu idioma).

Para mais proteção do documento, ao salvá-lo (como .ods), basta marcar a opção: save with password (de acordo com seu idioma).

Quem tiver sugestões e afins, fique a vontade...

[]'s

Referêcias: broffice, openoffice, celepar, usuarios@br-pt.openoffice.org, rau-tu.unicamp.br

Novidades do próximo Ubuntu

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Olá.

O que esperar do próximo Ubuntu (8.10 Intrepid Ibex), que será lançado no próximo mês?
Difícil, mas nem tanto, esperar grandes novidades e melhorias. Digo isso, baseado num Sistema extremamente fácil de usar, com grandes ferramentas e que permite que, desde os menos conhecedores, até os mais experts, utilizem sem maiores dificuldades. É verdade que faltam palavras pra qualificar o Ubuntu. Chamá-lo de perfeito, creio ser demais (até porque, sempre há algo a se melhorar, como em tudo na vida), mas é bem perto disso.

Bom, consegui garimpar algumas novidades interessantes:

- Existe um suporte nativo a 3G e derivados;
- Ainda dentro das conexões, pude ver uma aba VPN (não cheguei a testar, mas se funcionar da forma que espero, compro uma caixa de rojões \o/) ;
- Por default, deve vir habilitada uma conta de convidado;
- Existe um diretório privado (~/Private), e encriptado!
- Instalação via usb;
- Inicialização mais rápida (mais ainda!?);
- Novo visual para o instalador;
- Instalação automática de alguns drivers, bem como outras impressoras;
- Abas no Nautilus!! \o/









Eis as datas previstas:
  • 4 Setembro 2008 - Lançamento do Alpha 5
  • 18 Setembro 2008- Lançamento do Alpha 6
  • 2 Outubro 2008- Lançamento do Beta
  • 23 Outubro 2008 - Lançamento do Release Candidate
  • 30 Outubro 2008- Lançamento final do Ubuntu 8.10
Só nos resta aguardar, mas já sabendo, que mais uma vez, vem coisa boa por aí.

;-)

Referências: Br-Linux, Open-Mania, Polishlinux

Visualizações no Amarok

terça-feira, 2 de setembro de 2008

Olá.

Mais uma para o excelente Amarok; caso queira exibir as visualizações (aquelas imagens gráficas), é provável que você se depare com um erro como:

"Nenhuma Visualização Encontrada - Possíveis razões:libvisual não está instalada - Nenhum plugin da libvisual está instalado".

Para resolver:

sudo apt-get install libvisual-0.4-plugins

Teste, indo em Tools/Ferramentas, Visualizations/Visualizações.

;-)

Referências: ubuntu-forum, wikipedia

Manual do Ubuntu 8.04

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

A Canonical liberou tempos atrás um manual completo do Ubuntu. Recentemente, uma equipe, liderada por Daywison de Oliveira Fernandes e Pablo Cravo Fernandes, traduziu o mesmo para o nosso português.

Eis o link direto:

Manual do Ubuntu 8.04 em .pdf (+/- 37mb.)

Recomendo! ;)

Referência: Br-Linux e Guia do PC

K3B converter .mp3 pra CD audio

sábado, 30 de agosto de 2008

Olá.

Caso queira gravar um CD de audio com o K3B, e os arquivos estejam em .mp3, é preciso instalar um suporte pra essa conversão.

Simples:

sudo apt-get install libk3b2-extracodecs

Após isso, com o K3B aberto, crie um novo projeto de CD de audio e basta 'arrastar' os arquivos .mp3 pra área de gravação, que eles serão convertidos automaticamente.

Too easy! ;)

Referências: Google, answers.launchpad.net

Debian Live 5.0 Beta 1

sexta-feira, 29 de agosto de 2008

Olá.

Pra quem gosta de testar, antes de instalar, eis mais uma excelente notícia.

Versões live do Lenny Gnome, KDE e XFCE (pra amd64).

Eis o link direto: http://cdimage.debian.org/cdimage/lenny_li...1/amd64/iso-cd/

Referência: DistroWatch

sudo: unable to resolve host & aniversários

terça-feira, 26 de agosto de 2008

Pra quem enfrentar esse problema (como foi o meu caso, recentemente), eis a solução:

ALT+F2 e digite:

gksudo gedit

Abra o arquivo:

/etc/hosts

Deve conter algo como:

127.0.0.1 localhost
127.0.1.1 nome_computador.ALGUMACOISA

Basta remover o .ALGUMACOISA logo após o nome do computador.

Se tiver receio, faça uma cópia do arquivo hosts, antes de alterá-lo (aproveite o próprio gedit pra isso).

Por aqui (e pelos relatos, net afora), resolveu.

Referência: siriarah

---

Alguns aniversários desse mês:

15 de Agosto - Informática day

Neste dia do ano de 1946, surgiu a Eniac, o primeiro equipamento que mereceu ser chamado de computador.

16 de Agosto - Debian day

Comemorou-se 15 anos da considerada mais popular e estável distribuição GNU/Linux do mundo.

17 de Agosto - CD day

O aniverśario é ligado à Philips que lançou o primeiro CD comercial, do conjunto ABBA no álbum "The Visitors" e entrou em circulação a partir de 1982.

Parabéns a todos! \o/

Referência: GdH, portoweb

Bookmark no Nautilus + news

sábado, 23 de agosto de 2008

Olá, como vai ? Espero que esteja tudo bem por aí...

Bom, tempos atrás pensei em postar sobre isso, mas acabei esquecendo. Dias desses na Pós (que digamos que melhorou alguns %), conversando com o Evaldo, acabei lembrando e resolvi postar.

O Gerenciador de Arquivos Nautilus (enquanto não ganha as tão sonhadas abas, que devem aparecer em breve), tem algumas particularidades e entre elas, está a função de bookmarks (favoritos). O procedimento é extremamente simples e imensamente funcional.

- Abra o Nautilus (chamando via terminal ou clicando em qualquer diretório, disco, etc.);
- Se não estiver aparecendo a barra lateral do lado esquerdo da tela, pressione F9 ou acesse View, Side Panel);
- Existe algumas opções de exibição (places, tree, notes, etc). Deixe como Places;
- Serão exibidos atalhos para os discos, rede, pasta pessoal, etc.
- Para adicionar diretórios favoritos, basta 'arrastá-los' para abaixo da linha (provavelmente, o último ícone será o da lixeira/trash).











- Dependendo da quantidade de atalhos que utilizarem, o menu Places, Bookmarks ficará sob a forma de pasta e não de links diretos.












O Nautilus é bastante funcional e estável (pessoalmente, prefiro ele ao Konqueror). Mas é verdade que muita gente (incluindo a mim), está esperando ansiosamente a versão com abas.

Obs.: alguns nomes/funções acima podem variar dependendo do seu idioma.

---

Efetuei algumas modificações no layout do Blog (imperceptíveis, mas funcionais). Dentre elas, o background do search (o blog como default ^^), adição de enquete (votem!), sistema de tag em cloud, reorganização, etc.

---

Sobre a implantação na Empresa; está caminhando e assim que puder, vou postar sobre a estratégia e plano de ação que estamos usando, os procedimentos, etc.

---

A Radio AWP voltou (mesmo não tendo parado), semana passada com o PodCast principal. O Mega fez a inscrição no Ourmedia e também no Prêmio Podcast 2008 (votem!). Ah, ele também criou um Feed direto para os Pod's: http://feeds.feedburner.com/PodcastAWP (adicione no seu leitor de RSS favorito).

Bom, essas são algumas das últimas novidades. Em breve, tem mais...
[]'s

OpenSuse 11.0 (release)

quarta-feira, 13 de agosto de 2008



A primeira versão do SUSE Linux — uma distribuição de código aberto desenvolvida inteiramente pela empresa conhecida como SUSE — desembarcou em 1994. Em 2005, a Novell adquiriu a SUSE e, posteriormente, anunciou planos para abrir seu processo de desenvolvimento para o envolvimento da comunidade. Lançado em outubro de 2005, SUSE Linux 10.0 foi a primeira versão do SUSE a ser lançada como beta tester para o público. A versão 10.3, já renomeada para openSUSE, foi lançada em outubro de 2007.

A versão Linux comercial da Novell, o Suse Enterprise Linux (SEL), é baseada no openSUSE. Analisei o release candidate do openSUSE 11.0 de perto antes de seu lançamento final.

O que vem dentro?

O openSUSE 11.0 inclui o kernel padrão 2.6.25.4-8, assim como os desktops Gnome 2.22 ou KDE 4, o Firefox 3 (beta 5) e a versão 2.4.0 do OpenOffice. O GIMP 2.4.5 não é padrão na instalação, mas está incluído, bem como os clientes de email Evolution, o gerenciador de tarefas Task, o software Ekiga (para uso de VoIP ou outras aplicações similares) e o cliente de mensagens instantâneas Pidgin.

Leia mais...


Baixei recentemente, dei uma olhada numa VM e por coincidência, vamos utilizar ele num novo Server. Por isso, achei muito bacana esse release. Vale a pena dar uma conferida. ;)

Referência: LinuxMagazine

Adoção: Firefox + OpenOffice [continuação]

quinta-feira, 24 de julho de 2008

Olá. :)

As novidades desse projeto:

Ontem tive uma reuniao com o Diretor Financeiro e ficou sob minha responsabilidade essa implantação (cronograma, plano de ação, etc). A princípio, iremos remover o pacote MS-Office e instalar BrOffice, e instalar Firefox na estações.

Outra solução que apresentei, com relação ao uso de IM's, foi o Pidgin. Temos alguns usuários que utilizam o MSN. A questão é que não conseguimos controlar o tráfego gerado por essa porta, em forma de relatório, como é feito para navegação (80), etc. Com o Pidgin, eu posso setar o ip do Servidor, porta, usuário e senha, ou seja, controle desse fluxo de dados, além, é claro, de ser um software voltado para comunicação simples e direta, sem propaganda, sem 'tremedeiras' de tela, enfim, produtividade.

Além disso, haverá um projeto em paralelo com utilização de GNU/Linux diretamente (com as aplicações rodando sem virtualização ou emulação).

O cenário é esse... novidades, voltarei a relatar. ;)

Adoção: Firefox + OpenOffice

segunda-feira, 21 de julho de 2008

Olá.

Vim apenas dizer que hoje recebi um e-Mail do Diretor Financeiro, dizendo que iremos implantar o Firefox e OpenOffice em definitivo em todas as estações da Empresa.

É uma vitória e tanto.

Por outro lado, haja trabalho. ^^ São aproximadamente 400 estações.

Agora terei que arrumar uma forma de controlar o serviço de proxy do FF. Se alguém souber de alguma coisa a respeito, ficarei agradecido. ;)

Bem é isso...
[]'s

Gestão de Projetos (OpenProj - MSProject)

terça-feira, 1 de julho de 2008

Ola. o/

Algum tempo atrás concluí um curso de Gestão de Projetos e outro de PMI e fiquei de fazer um artigo sobre os softwares de gestão (MSProject para o Janelas e OpenProj para GNU/Linux).

Existem outras soluções e cabe a cada um avaliar e se utilizar daquela que melhor lhe atender (sempre legalizada, claro).

Bom, em primeiro lugar, gestão de projetos é muito mais do que utilizar softwares ou sistemas prontos. Existe toda uma filosofia e estruturação que devem ser seguidas para que de fato exista algo a ser gerenciado, e a partir daí, alimentado, controlado, etc.

Posso afirmar que qualquer tarefa pode (e deveria) ser gerida de alguma maneira (que lhe torne mais perfeita, mais próxima de alcançar o objetivo). É possível por exemplo, gerenciar suas tarefas diárias, suas principais ações no trabalho, na Faculdade, etc. É óbvio que nesses casos, você será o próprio GP (Gerente de Projetos) e também aquele que irá alimentar o sistema, bem como aquele que irá manipular e por fim, aquele que irá praticar de fato a ação (talvez por isso, não seja tão fácil, quanto 'na vida real', onde existem profissionais específicos para cada situação).

Um projeto, basicamente deve ter: Planejamento do escopo, Definição do escopo, das tarefas, Planejamento de recursos, Sequenciamento, Estimativa, desenvolvimento de cronogramas, de atividades, entre outras coisas.
Aplicando isso aos softwares, é o mesmo que 'desenhar' a estrutura da tarefa de maneira a exibir estatísticas, relatórios, cálculos, custos, andamento, etc.

Não vou entrar no mérito dos programas, já que quem possui algum conhecimento, vai se sair relativamente bem (dispendendo algum tempo para isso, claro).

De forma simples, a criação de um projeto (dentro dos softwares) se baseia na criação de tarefas (que podem ou não depender de outras, para ter início ou fim), com data de ínicio e fim, com custos, com materiais a serem utilizados, etc. Após a criação de algumas, será possível a visualização de forma mais holística, com os gráficos em rede (fluxograma), WBS, Gant/Pert/CPM, ou mais macros com histogramas, etc. Esse ponto depende muito do projeto inicial, então não existe uma fórmula exata, e sim, melhores práticas, afim de atingir o objetivo central, por isso mesmo, será uma variável constante.

Qual é melhor dentre os softwares ? Depende. Seria leviano falar mal do MSProject. É um excelente produto, assim como o é o Primavera e como eu considero o OpenProj (que eu uso). A questão gira em torno do custo e das ferramentas que você realmente necessita. Repito, utilize aquela que você melhor se adaptar, porém, legalizada. ;)

Bom, de certa forma, era o que eu queria dizer. Apenas uma explanação sobre essa tal 'Gestão de Projetos'. Em síntese, recomendo sua adoção, não só profissionalmente falando, mas também na sua vida pessoal e também, não só em se tratando da utilização dos softwares em si, mas aplicar as práticas como conduta, comportamento, controle. Particularmente, venho adotando e posso dizer que me trouxe grandes benefícios e visões diferenciadas, a nível de tarefas, sistemas, enfim, gerenciamentos em geral, tanto na Empresa, quanto na vida particular.

Me coloco a disposição para maiores dúvidas a respeito ou mesmo estar retomando o tema em artigos futuros.

[]'s