alias (comando)

sábado, 27 de junho de 2009

O comando alias permite criar um atalho a um comando específico. É muito útil para automatizar funções ou recursos usados com frequência.

A síntaxe é:

alias (nome_atribuído)='comando'

Um exemplo prático:


alias listar_cd='ls -R1 /media/cdrom'

Dessa forma, quando eu chamar o comando 'listar_cd', será exibido o diretório cdrom em forma de lista simples (parâmetro '1') e com todos seus sub-diretórios (parâmetro -R).

Para automatizar uma tarefa mais complexa (usando múltiplas chamadas com o &&):

alias listar_cd='cd /media/cdrom && ls -R1 > /home/phoenix/mp3_tmp && cd && eject'

Isso fará com que quando eu chamar o comando 'listar_cd', aconteça:

- ir até o diretório /media/cdrom;
- listar o diretório em forma simples e com todos os sub-diretórios;
- enviar o resultado para um local e arquivo específico (no caso, /home/phoenix/mp3_tmp);
- sair do diretório /media/cdrom (para ejetar o cd);
- ejetar o cd.

Para visualizar todos os alias criados, para usar o comando alias sem parâmetros.
Para desativar um alias, use:

unalias
(nome_atribuído)

Usando o exemplo acima:

unalias listar_cd

Para desativar todos os alias:

unalias -a

É isso...
Simples e eficaz.
[]s

0 comentários: