Campus Party 2010

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Conforme prometido, eis meu review da CP2010:


Aos que acompanham o Portal AWP, Twitter e afins, sabem que no dia 28/1, houve o grande MegaX Encontro AWP aqui em São Vicente/SP. O Mega e o Bagoh vieram pra minha casa (diretamente de Curitiba e Minas, respectivamente). Os detalhes do Encontro, vocês ficam sabendo aqui.
Após a despedida no Jabaquara, partimos eu, Thiago e Aldo em busca de uma condução que ficamos sabendo que estava levando o pessoal lá pro Centro de Convenções Imigrantes. Perguntei por alí mesmo e nos indicaram uma rua alí por perto. No caminho, percebi um grupinho um tanto perdido (parecido conosco) e já fui logo iniciando um network. Eles tinham cara de nerds, portanto disse que também estávamos indo pra CP. Prontamente, nos seguiram. Chegando lá, um grupo de taxistas 'alternativos' disse onde era o ponto de parada do tal ônibus, mas se ofereceu para nos levar até o Evento. Agradecemos educadamente e partimos até o tal ponto. No tal ponto, uma fila do tamanho do universo. Lembramos dos taxistas 'paraguaios'. Voltamos pra lá. E os caras perdidos, foram conosco. Descemos uma ladeira estranha e chegamos numa Meriva que agrupou todo mundo. R$2,00 de cada e chegamos no evento.
Logo de cara, percebi uma mudança na entrada. Recebemos rapidamente os crachás e etiquetamos os equipamentos (o pré-cadastro no site da CP, economizou um bom tempo). Demos uma primeira volta nos stands e partimos pra dentro do pavilhão principal da CP. Andamos por algumas palestras, parando um pouco numa sobre uma ferramenta de imagens em 3D muito legal e também numa outra sobre o BrOffice. Em seguida, partimos lá para o outro lado do evento, o Thiago viu o Kretcheu (que exorcizou o Aldo) e sentamos numa bancada próxima a uma palestra do Sérgio Amadeu e mais uma galera (que falava a respeito de oportunidades para Lan Houses e afins). Muito bacana por sinal.
Alí mesmo, iniciamos os primeiros testes de rede e já nos impressionamos com as velocidades. Consegui baixar arquivos a mais de 3mb/s! \o/
Ao fim da palestra, consegui uma foto com o xará Sérgio Amadeu e demos outra volta pelo Campus. Tiramos bastante foto de alguns cases (um mais animal que o outro), além de filmar tantos outros.
Almoçamos por volta das 2, 3 horas e aqui começam minhas críticas. Achei a 'praça' (entre aspas porque não era uma praça e sim algumas mesas e cadeiras espalhadas, bem mal por sinal) de alimentação bem fraca, com relação ao ano passado. Poucas 'barracas' e pouca variedade de culinária (além de bem cara, mas isso já é praxe). Enfim... andamos mais um pouco nos stands e percebi que estavam bem aquém do ano passado também. Nem aquele espaço para inclusão digital com vários computadores pro povo usar, tinha. O único destaque positivo foi para um espaço que várias bandas tocavam (pudemos ver, ouvir e gravar uma banda que não me recordo o nome, que tocou clássicos dos games e o grande Mega Driver, com seus vários sucessos). Destaque para o nome desse espaço, que era algo com Redes alguma coisa e tinham redes de dormir no local. ^_^
De volta ao evento, perambulamos mais um pouco e também fiquei desanimado com a parte de games. Nada de fliper esse ano. No lugar, alguns simuladores de vôo e de corrida (tinha até cara de macacão pilotando um simulador de kart). Tinha X360 e o famoso Rock Band. Mas nada disso me atrai, então, sem fliper, sem disputa, sem surra no povão. =/
Não me recordo de mais nenhuma palestra em específico que tenhamos ficado, apenas mais duas que se destacaram. Uma de um cara falando sobre edição de bases de som, etc, usando um software parecido com o Audacity. Até aí, nada demais. O detalhe da coisa era que o cara estava dando a palestra para apenas um espectador. E o cara era pura emoção. Achei aquilo muito bacana. =) A outra foi do brasileiro que trabalha na NASA (Marcos Pontes), que falou sobre alguns poucos projetos (ele dizia com frequência que não podia falar muita coisa, porque praticamente tudo é classified e ele podia ser preso e o caramba!). O_o
Dalí, não saímos mais. Conseguimos arrumar um sofá e alguns puffs. Nos ajeitamos e fomos comer em rodízio (pra não perder as acomodações). Acompanhamos a rave de longe e terminamos a madrugada torrando a rede (além de jogar um pouco).
Thiago ficou boa parte num agredador de vários Twitters e o Aldo na webcam com esposa e filha.

Encontrei o Madruga que já estava por lá há alguns dias, mas não consegui falar com o Pothix nem com a Griebeler ou o Interney (fica pra próxima). Conhecemos uma amiga bloggeira do Thiago e segundo o Aldo, quase ele foi seduzido pra entregar os puffs quando eu e o Thiago saímos em busca do cara que vendia Redbull (que literalmente, desapareceu).
Comemos algo na madruga e pela manhã lá nas barracas (o pior assalto é o consentido). ¬¬
Saímos por volta das 10, e arrumamos um taxi bem bizarro (que cobrou 20 mango) pra nos levar até o Jabaquara. Lá, tomamos outro coffy, comemos um pão de queijo borrachudo e partimos rumo a baixada. Thiago seguiu outro caminho, então desci a serra junto com o Aldo. Nos separamos aqui perto e fim da aventura (ainda teve um finalzinho, que foi eu ter vindo a pé até em casa, já que estava um tanto quanto próximo e não estava com saco pra esperar ônibus. Só que estava um sol do caramba e aliado a uma noite sem sono, foi uma experiência nada agradável).

De forma resumida, foi isso. De gastos, foi em torno de R$250 (com passagens, ingressos e afins).
Mas confesso que gostei mais da edição de 2009. Não sei se foi pelo fato de não ter pago e ter sido a primeira vez (talvez isso tenha influenciado), além de ter conhecido uma galera gente boa (Pothix, Griebeler, galera da Mozzila, pessoal da 4Linux, etc), ou mesmo pelo fato de até a disposição das coisas no evento desse ano, não estar do meu agrado. As bagunças do pessoal foram as mesmas, mas isso até é aceitável (aliás, falaram pra todo mundo ouvir, que ano que vem, megafones, buzinas e afins, serão proibidos). O problema são certas brincadeirinhas bestas que talvez a idade já não aceite com tanta graça, quanto outrora. Isso me irritou um pouco.

Mesmo assim, ainda recomendo o evento a qualquer um que não o conheça. Vale a pena a investida financeira e pessoal. Mesmo que seja pra uma única vez.
Particularmente, já pensei em não ir mais, mas o fato de saber que alguns bons amigos e tantos conhecidos estarão por lá, me faz repensar essa decisão.

Bom, é isso...
Postei algumas fotos aqui (tenho outros que estarei enviando tão logo).

Um grande abraço a todos que foram (em especial aos que estavam ou estiveram comigo) e aos que organizaram esse grande evento (direta ou indiretamente).

---

Olá.

Enquanto não chega o dia de eu ir pra CP 2010 (ou para o pessoal que não vai poder ir), assistam aos videos do evento e acompanhem ao vivo, todos os detalhes dessa grande festa!

1 comentários:

Thiago Araujo disse...

Eu gostei bastante do evento, mesmo ficando cerca de 24h apenas e tendo um alto gasto, mas ano que vem vou me preparar melhor e participar mais dias.