Jogos para GNU/Linux (emulando sua infância)

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Olá.


Um dos calcanhares de Aquiles do nosso querido GNU/Linux é a utilização de jogos. Já foi pior, é verdade, mas ainda temos que trilhar muitos caminhos e derrubar várias barreiras, para que tenhamos um cenário ideal.
Já algum tempo, eu venho querendo iniciar essa série de posts/artigos com relação a esse tema. Como na última reunião do GCCSD, fechamos as primeiras palestras, e eu fui incumbido de falar a respeito de games, foi a deixa para que eu começasse por aqui, essa pequena aventura.

Não pretendo falar de games portados exclusivamente pra GNU (os ditos 'jogos de PC'), nem os que rodam de formas aleatórias. A ideia central, são os emuladores. Mas, como sei que muita gente curte, desde já, indico um excelente site que trata do assunto, que o do nosso amigo Coringão.

Bom, tenho que destacar também, que apesar da maioria dos emuladores serem softwares livres ou freeware, as suas roms (que são os jogos em si), em quase sua totalidade, são protegidas por copyright (é necessário ter o cartucho, CD, etc do jogo original, para que a rom não se torne uma coisa ilegal).

Dito isso, hora do start. Mas antes, voltemos no tempo... o ano era em torno de 70 e pouco, pra 80 e pouco. Despontava o imortal Atari! Dentre tantas versões lançadas, o que mais se destacou foi o 2600.
Que tal reviver essa lenda? Mãos à obra!

O emulador mais famoso dessa plataforma, é o Stella. E o melhor, foi desenvolvido inicialmente pra GNU/Linux! Posteriormente, outros Sistemas Operacionais tiveram o prazer de desfrutar do excelente trabalho, inicialmente de Bradford W. Mott, e que hoje é mantido por Stephen Anthony.

Nos repositórios do Ubuntu, existe a versão 2.6.x, mas já foi lançada a versão 3.0.
Vá até o site oficial: http://stella.sourceforge.net/index.php
Lá tem fotos, listas, material extra e o melhor, o download do Stella. Se quiser ir direto: http://stella.sourceforge.net/downloads.php

Opte pela sua versão (.deb, .rpm, .exe, etc) e faça o download do arquivo na página seguinte. Após isso, basta executá-lo (será solicitada suas credenciais administrativas). Por fim, o atalho para o bom e velho Stella, estará no seu Menu de jogos (variando obviamente, de sua distribuição).

Sobre o emulador
Quanto ao Stella em si, não há muito segredo. No Options, é possivel encontrar configurações pra video (que eu recomendo alterar o Zoom pra 4x, a menos que queira jogar em fullscreen e alterar a renderização pra OpenGL (necessário reiniciar o emulador) e ativar a opção GL Vsync, que vai deixar os gráficos mais amenos (mas consome mais processamento)), pra controles no Input Settings (que fornece suporte a maioria dos joysticks do mercado; aqui, jogo perfeitamente num joystick de Playstation via adaptador USB), configurações de caminhos para as roms e demais arquivos, propriedades do game selecionado, etc.

Jogando
Pra iniciar um jogo é bem simples. Primeiro, tenha-o! Recomendo fortemente o site http://planetemu.net (lá você encontra rom para praticamente todos as plataformas). Baixe alguma rom (não esqueça do copyright!) por lá e no Stella, localize o arquivo e simplesmente clique em Select (ou duplo clique). Inicialmente o Start (originalmente chamado de Select), está no F2. A barra de espaço é o botão de ação (na verdade, único botão que havia no saudoso joystick do Atari), e as setas são as direções pra movimentação geral.

No mais, é só jogatina desenfreada e um forte risco de ficar viciado novamente, como nos velhos tempos. =)

Bom, é isso... acho que pra começo dessa série de posts, tá de bom tamanho.
Fico por aqui e qualquer dúvida, se eu puder ajudar, postem aí, lá no Portal AWP ou mandem e-Mail.

See you in the next level...
[]s

3 comentários:

InFog disse...

Ae! Juntando material para a palestra! Vou ver alguns dos emuladores =)

InFog

Phoenix disse...

Pois é.
Tô pensando se não seria mais proveitoso em forma de mini-curso do que palestra mesmo. =]

Diego disse...

Stella dispensa comentários. E River Raid e Enduro já comeram várias horas da minha vida :P