Para a Dell, Ubuntu é mais seguro do que o Windows

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Uma das maiores fabricantes de computadores no mundo, a Dell, tem questionado os novos esforços da Microsoft para tornar o Windows mais seguro, afirmando que a distribuição Linux Ubuntu oferece uma maior proteção, principalmente pelo fato de ser menos visadas em ataques à segurança dos PCs, dado o reduzido número de usuários do sistema.

De acordo com o site IT PRO, a empresa resolveu dar um maior suporte ao Ubuntu, revelando inclusive, em um comunicado, 10 razões pelas quais os usuários de PCs deveriam escolher essa distribuição do Linux ao invés do Windows ao adquirir seus computadores.

A declaração da Dell, embora seja pró-Linux, pode não ser muito bem recebida pelos fãs “duros na queda” do sistema operacional do pinguim, que provavelmente prefeririam uma abordagem mais técnica sobre a excelência do software. A Dell até citou alguns desses pontos de excelência: maior segurança instrínsceca (mesmo invadido, é mais difícil um agressor conseguir fazer algo destrutivo no Linux), a inicialização rápida, o design elegante e o fato do Ubuntu ser ‘social desde o início’ – seja lá o que a Dell tenha querido dizer com isso.

“O Linux tem estado por ai há 20 anos. O software não é só estável e confiável, mas também universal. O Linux é utilizado em computadores de todos os tamanhos, desde os maiores aos menores”, defende a Dell em seu comunicado. Mas o motivo principal pelo qual os usuários devem abraçar o Linux, segundo o mesmo comunicado, é justamente o da “segurança pela obscuridade”: há menos usuários usando Linux, então ele é menos interessante para os agressores.

A Dell tem comercializado PCs com Ubuntu desde 2007, garantindo que todos os computadores foram testados para assegurar a melhor experiência de internet e multimídia que o Linux pode oferecer, informa o site The Register.

A intenção da Dell é deixar claro aos seus clientes e consumidores que não existe razão para temer um PC com Linux simplesmente porque ele não é exatamente igual ao Windows. Segundo o site Gemini, a empresa está se preparando para oferecer em breve a distribuição Ubuntu 10.04 LTS (Long Term Support – www.ubuntu.com) em diversos de seus produtos, o que justifica bastante o seu esforço de tornar o público mais receptivo ao sistema operacional.

IG Tecnologia


Tudo bem que sabemos que esse tal 'testemunho' tem forte interesse econômico e que algumas coisas, estão no mínimo estranhas, mas um aliado desse porte e bem visto desde tempos remotos, é sempre de grande valia.

[]s

0 comentários: