Algumas soluções...

sábado, 22 de março de 2008

Boa tarde.

Apresento mais algumas soluções (que também enviei a nossa consultoria):

- 7Zip, em substituição ao WinZIP ou WinRAR;
Livre de custos (GNU LGPL) e compatível com praticamente todos os formatos de compactação. Além de extremamente leve e eficiente.

- PDFCreator, em substituição ao PDF995;
Livre de custos (Opensource) e extremamente eficiente. O 995 é adware (precisa de registro pra evitar as publicidades).

- Foxit, em substituição ao Acrobat Reader;
Aqui, eu tive que fazer algumas análises pra tirar uma conclusão mais apurada. No quesito custos, ambos são freeware. Em consumo de memória, não há diferença perceptível (algo em torno de 1mb de diferença). Porém, no tamanho do arquivo para instalação e no tamanho do arquivo instalado, existe uma discrepância enorme. Além disso, o Acrobat Reader é intrusivo (se auto-instalando no iniciar).
Foxit (instalador) : 3,6mb.
Acrobat Reader (instalador) : 22,3mb.
Foxit (instalado) : 5~10mb.
Acrobat Reader (instalado) : 150~200mb.
Eu já havia usado o Foxit portable, e agora recomendo também sua versão pra desktop's.

- Reforçando, BrOffice, em substituição ao MSOffice;
Exclusivamente, custos. Tarefas básicas (e até relativamente complexas), podem ser executadas no BrOffice sem dificuldades. Acredito que qualquer Empresa que não exija recursos mirabolantes de um pacote de escritório, deva olhar com mais atenção ao BrOffice. Sua adoção é extremamente importante e altamente saudável.

Bom, todas essas soluções podem ser aplicadas em plataforma MS, como é o caso da maioria das Empresas (na utilização de Desktop's/Office e demais recursos de departamentos). Uma dica importante, no caso do BrOffice é a configuração de como salvar os arquivos (extensões). Acesse: Ferramentas / Opções, o item Carregar/Salvar e altere o padrão Tipo do documento de Texto: em vez de Open Document, selecione Microsoft Word 97/2000/XP (faça o mesmo para as planilhas). Isso vai evitar problemas de compatibilidade entre os documentos.

---

Novo layout;

Como podem perceber, remodelei algumas coisas na páginas e também criei um banner (já era hora!) no GIMP. Gostaria de agradecer a todos que visitam, comentam e simpatizam com nossos ideais. O intuito é sempre levar soluções aos iniciantes e porque não, aos experiêntes, dentro desse Universo tão vasto e maravilhoso. Que o MPL possa contribuir no sentido de agregar conhecimento, discussões, soluções e experiências. Porque o conhecimento se faz coletivamente.
Por falar em MPL (acrônimo de Mudando Para o Linux), nunca é demais lembrar da GPL (General Public License/Licença Pública Geral), idealizada por Richard Stallman no final de 1980. Ela se baseia em 4 liberdades:

1. A liberdade de executar o programa, para qualquer propósito (liberdade nº 0)
2. A liberdade de estudar como o programa funciona e adaptá-lo para as suas necessidades (liberdade nº 1). O acesso ao código-fonte é um pré-requisito para esta liberdade.
3. A liberdade de redistribuir cópias de modo que você possa ajudar ao seu próximo (liberdade nº 2).
4. A liberdade de aperfeiçoar o programa, e liberar os seus aperfeiçoamentos, de modo que toda a comunidade se beneficie deles (liberdade nº 3). O acesso ao código-fonte é um pré-requisito para esta liberdade.

Bem, é isso... em breve mais novidades.

[]'s, boa Páscoa e até a próxima!

Referências: Google, Wikipédia, Infoneural

0 comentários: