BrOffice, dicas

quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Olá. o/


Graças a migração (que ainda está sendo feita), do pacote MS-Office para o BrOffice, venho enfrentando algumas 'barreiras de entrada'. Vou tentar enumerar algumas:

1) Usuários que dizem que o MS-Office é mais fácil;
2) Usuários que dizem que o BrOffice não faz isso ou aquilo;
3) Falhas (reais) de segurança, na migração de documentos;
4) De alguma forma, eu ser taxado como culpado pela idéia, e ter nos ombros, a obrigação de resolver qualquer dificuldade.
Entre outras coisas.

Bom, sempre rebato a primeira causa com: "Se você tivesse usado pela primeira vez o BrO, como suíte de escritório, quando fosse apresentado ao MS-O, diria a mesma coisa".
A segunda, é ligada a quarta. Qualquer coisa que ocorre, sempre acham que eu tenho que resolver. Porque defendo a causa e sou contra pirataria de software, devem pensar que criei o BrO. A maioria dos problemas resolvo pesquisando, testando, errando, enfim. Grande parte das ferramentas, são parecidas entre os pacotes. Outras funções são particularidades de cada um ou possuem um nome, local, aplicação, etc, diferente.
A terceira, enfrentei recentemente, em função de proteger planilhas. Nela que vou basear esse post.

Dicas do BrOffice

Suposto problema/solicitação: proteger planilhas contra edição e liberar algumas células.

Aplicação: planilhas que serão enviadas para outros usuários onde alguns campos devem ser editáveis, mas a maioria deve estar protegido contra alteração.

Solução: primeiramente, alguns pontos:

Caso esteja utilizando o sistema de salvamento em .xls (grande maioria dos casos), haverá problemas. Pesquisei um pouco e encontrei isso:

"Somente os documentos que usam o formato BrOffice.org baseado em XML podem ser salvos por senha." "O formato proprietário .xls esconde o modo como suas senhas são salvas, impedindo que programas que não sejam da Microsoft utilizem este recurso adequadamente."

A solução, é usar o formato nativo do BrO (.ods). Assim, funciona perfeitamente. Ou então, usar o MS-Excel, e fazer toda a operação por lá.

Bom, esse é o problema de interoperabilidade entre eles, em se tratando de senha em planilhas. Resolvido isso, vamos a proteção em si...

Para proteção direta (sem exceção):

1. acesse o menu Ferramentas > Proteger documento;
2. escolha a opção desejada (Planilha ou Documento);
3. na janela que aparecer, digite a senha duas vezes;
4. clique em OK.


*obs.: proteger planilha, é a pasta atual (que estiver aberta); proteger documento, seria a proteção de todas as pastas abertas ou as que seriam inseridas, porém, testei algumas vezes e a proteção não funcionou para as outras pastas ou que adicionei posteriormente.

Para proteção com exceção (edição de células):

1. Acesse o menu Formatar > Células, ou clique com o direito na mesma;
2. na janela que aparecer, selecione a aba Proteção da célula;
3. desmarque a célula Protegido para remover a proteção de todas as células;
4. clique em OK.

*obs.: caso haja exceção, ela deve ser feita antes de aplicar a proteção no Menu Ferramentas.

Para ocultar as fórmulas; dentro da Proteção da célula, basta ativar o Hide formula (de acordo com seu idioma).

Para mais proteção do documento, ao salvá-lo (como .ods), basta marcar a opção: save with password (de acordo com seu idioma).

Quem tiver sugestões e afins, fique a vontade...

[]'s

Referêcias: broffice, openoffice, celepar, usuarios@br-pt.openoffice.org, rau-tu.unicamp.br

0 comentários: